produção doméstica de energia

Mais energia limpa

O Brasil, felizmente, deu um passo importante para estimular a produção doméstica de energia elétrica. Agora, os consumidores – residenciais, comerciais e industriais – podem transferir a energia excedente que geram para vizinhos, parentes, condomínios ou cooperativas de pessoas físicas ou jurídicas. Basta comprovar o vínculo entre os integrantes do grupo.  Antes a transferência de créditos ocorria apenas entre locais com o mesmo CPF ou CNPJ.  A partir desta nova regulamentação, condomínios, por exemplo, podem construir uma rede interna, compartilhando os custos entre os moradores.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) estima que com esse novo estímulo, até 2024 cerca de 1,2 milhão de unidades consumidoras passem a produzir sua própria energia, o que totalizaria 4,5 gigawatts de potência instalada. De 2012, quando a agência publicou a resolução que permite ao consumidor gerar e trocar energia com a distribuidora local, até o final de 2015 foram instaladas 1.285 centrais geradoras, sendo 96% movidas a energia solar. Os 4% restantes são geradores eólicos, híbridos (solar e eólica), hidráulico e as movidos a biogás e  biomassa.

A produção doméstica de energia não é uma mudança que pode ser feita do dia para a noite. Infelizmente a maior parte dos consumidores brasileiros não tem como adquirir a tecnologia em razão do custo elevado, que hoje varia de  R$ 15 mil a R$ 20 mil por residência.  Mas a mudança é importante e pode motivar muita gente.

Só para lembrar, a geração de energia elétrica impacta o meio ambiente e, dependendo da fonte geradora, possui elevado nível de emissão de gases de efeito estufa. Isso ocorre principalmente com as termoelétricas a base de carvão e gás natural. No Brasil, cerca de 80% da energia utilizada vem de hidrelétricas. Neste caso, há impactos social (nas comunidades do entorno) e ambiental decorrentes do represamento de rios.


 

 

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /var/www/html/fearimura.blog-dominiotemporario.com.br/web/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 405

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *