Curitiba terá ciclovia que gera energia

Curitiba terá ciclovia que gera energia

Escrevi esses dias sobre ideias inovadoras com viés de sustentabilidade. No post, mencionei várias invenções, entre elas um sistema instalado no chão de rodovias e avenidas que gera eletricidade. E eis que um projeto semelhante será desenvolvido no Brasil, mais precisamente em Curitiba.  A tecnologia será colocada nos pisos das ciclovias e transformará o som e a vibração das bicicletas em energia, que acionará a sinalização luminosa nos cruzamentos da ciclovias com as ruas e avenidas e abastecerá os sensores de coleta de informações de fluxo.

O projeto será iniciado já neste segundo semestre e deve abranger 18,5 quilômetros. Além de estimular o uso de bicicletas e introduzir um novo modelo de geração de energia no Brasil, a iniciativa não trará custos para a prefeitura de Curitiba, já que faz parte de um acordo financiado pela Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA) e pelo  ministério da indústria do país asiático, que querem estimular a expansão da tecnologia, criada pela empresa japonesa Soundpower Corporation.

É muito bom ver um projeto como este sendo testado no Brasil e, mais importante ainda, saindo do papel e ingressando na fase de execução. Ações como estas podem ser expandidas para outros lugares, além de estimular os empreendedores a desenvolver tecnologias com foco em sustentabilidade. Um ambiente dinâmico e produtivo é construído por meio de exemplos positivos, e quando esses modelos indicam um abordagem totalmente diferente e voltada para os desafios da humanidade, melhor ainda.

Tenho a impressão que estamos evoluindo, e uma nova geração de empreendedores que buscam aliar tecnologia e sustentabilidade está surgindo no Brasil. E tem contribuído para este avanço o fato de que investidores estão direcionando seus recursos para projetos que gerem lucro e benefícios sociais e ambientais, ou seja, procuram os chamados Investimentos de Impacto. No Brasil, já existem inclusive aceleradoras para este tipo de empresa, como a Artemisia, por exemplo. A organização formata o modelo de negócios, oferece mentoria e capacitação das equipes, além de promover conexões com investidores e potenciais parceiros. A Artemísia já apoiou 79 empresas. E que venham muitos projetos assim!

(foto: Pixabay)


 

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

2 opiniões sobre “Curitiba terá ciclovia que gera energia”

  1. hi!,I like your writing so much! share we be in contact extra approximately your post on AOL? I need an expert in this space to resolve my problem. May be that’s you! Having a look forward to peer you.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *